terça-feira, 16 de dezembro de 2014


Workshop sobre Governança Ambiental


Depois de um pesado e cansativo dia de debates, especulações e pesquisas. 
Enfim, em casa e me preparando para o segundo dia...;-)
Hoje conversamos sobre a nossa casa, especialmente Rio de Janeiro e São Paulo.
O seminário começou abordando temas sobre a Resiliência Urbana; Mudanças Climáticas; Chuvas; Elevação do nível do Mar.
O tema seguinte foi sobre a vulnerabilidade da ocupação urbana: desastres, deslizamentos, alamentos no Rio de Janeiro.
Por que pensa-se em expansão de áreas no RJ, como Barra, Recreio, Vargem Grande e outras, sem estruturas de solo, transportes e etc..., enquanto há outras áreas na Zona Norte, Centro e Baixada já estruturadas com transportes e espaços ( necessitando de melhorias), porém, não há interesse e o investimento não chega?
Doutores de São Paulo abordaram temas sobre a seca...onde 8 milhões de pessoas usam o sistema Cantareira.
A mídia sempre  centraliza o problema da escassez na falta de chuva...e o gerenciamento e a governança das águas quem faz?
Já que conforme as pesquisas de campo, o sistema de água da Sabesp tem o menor índice de perdas  no Brasil, são 39%...acreditem se quiser! essas perdas são os rachas, canos sem manutenção ou quebrados.
 Bem, deixo essas perguntas para reflexão!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário