sábado, 26 de julho de 2014


Espaços Públicos

A Cidade de São Paulo

O Parque Ibirapuera no meio da agitada cidade de São Paulo, traz momentos de lazer e descanso.
A cada dia mais necessários, esses espaços de lazer viraram o foco de todos os bons projetos urbanísticos.
Hoje como em todos os setores temos uma desaceleração na maneira de pensar, "o menos por mais" tão em voga no design, o "minimalismo" na arte e nas peças de fashionistas.
A cidade pensada e projetada para pessoas, onde há funcionalidades, mais qualidade de vida. Incorporar o jardim a cidade de formas diversas, pensar em mobilidade e moradias próximas de seus trabalhos é um desafio visto por muitos Arquitetos, Urbanistas e Paisagistas. 

Seguem as minhas fotos de uma das visitas à São Paulo, em uma imersão ao Paisagismo com o Raul Cânovas.


























quarta-feira, 23 de julho de 2014


Kew Garden London




vitória-régia ou victória-régia (Victoria amazonica) é uma planta aquática da família das Nymphaeaceae, típica da regiãoamazônica. Ela possui uma grande folha em forma de círculo, que fica sobre a superfície da água, e pode chegar a ter até 2,5 metros de diâmetro e suportar até 40 quilos se forem bem distruibuídos em sua superfície.

domingo, 20 de julho de 2014

Inhotim



Relação entre a Natureza, Arte, Gastronomia e Ócio

Quando digo ócio em Inhotim, me refiro as belas paradas, literalmente jogada nos belos bancos de troncos espalhados ao longo do caminho.
Um delicioso ócio apreciativo....
Aconselho, que o caminho seja a maior parte feito a pé, pois a cada canto há um deslumbramento com a arte, seja no projeto paisagístico do Burle Marx, com inserções de arte contemporânea. Sejam nos imensos pavilhões de tantos artistas que deixaram ali a sua marca.  
foram 2 dias somente para este local, de 9 às 17hs e ainda restou o quero mais.
Em poucos lugares encontrei pessoas apaixonadas pelo que fazem e a magia de Inhotim, acho que contagiou seus funcionários.
Eu não conhecia bem o artista Tunga e no meio da Floresta, depois de pegar um daqueles carrinhos de visitas, avistamos uma imensa construção com um pé direito daqueles!! 
 Concreto e imensos vidros e de fora avistei formas tramáticas de cores avermelhadas, um pouco assustador e perturbador. As obras de Tunga mexem com a gente, e acabamos cheios de indagações...e mais ainda com uma imensa vontade de conhecer o artista... suas obras são cheias de simbologismos, incrivelmente lúdicas e performáticas. Entender Tunga é fazer uma releitura do todo.
































quarta-feira, 16 de julho de 2014


Árvore do viajante
Recebe este nome por ter um reservatório de água entre as folhas.
Contá-se que muitos viajantes e peregrinos saciavam sua sede, quando encontravam esta palmeira no meio do caminho.



Minha Foto: Aterro do Flamengo - RJ

Minha Foto: Instituto de Agronomia de Campinas - SP